Humberto   Bley   Menezes

Prosas e Versos

Textos


SOL  INTROMETIDO

 

 

Fora de hora acendeu a luz.

Paixão se esvaiu na claridade do dia

Sedução se perdeu na nova manhã

 

Quem rompeu o breu deste momento?

Um raio de sol intrometido,

Um feixe de luz,

Uma azia indomável.

Uma vontade

De não ter participado?

Arrepios que não posso negar.

 

Amores de ocasião.

Raios de desejos inconfessáveis

Razão seduzida

Gozo e apenas gozo.

Delicias que se escondem

Nas bolsas

Dos caçadores da virtude,

Monopólios da virgindade alheia.

 

Esta revista me reserva

Páginas vermelhas

Que eu necessite esconder?

Mocinha, menina, guria

Suas reentrâncias serão percebidas?

Se não, condenado serei.

Se sim redimido me sentirei.

Valeu a pena.

Para isto se presta a imaginação.

 

 

Humberto Bley Menezes
Enviado por Humberto Bley Menezes em 26/06/2008
Alterado em 02/07/2008


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras